Temas das Redações do ENEM

Temas das Redações do ENEM

Todo aluno que vai prestar vestibular fica apreensivo com a prova do Enem, mas especificamente, tenta descobrir qual será o tema da redação da vez. Hoje em dia já se tornaram comuns sites e cursinhos que divulgam e/ou fazem suposição de possíveis assuntos que possam ser cobrados na prova.

Mas uma coisa é certa: o conhecimento prévio do tema pode induzir professores a prepararem todos os alunos da mesma forma. Isso vai contra a proposta da redação, que é avaliar a capacidade de construir um texto próprio e fomentar uma reflexão personalizada.

Buscando nas edições anteriores do Enem, se percebe que os temas possuem um caráter social e alguns com foco na atualidade, como secas, aquecimento global, etc. Tem como objetivo fazer o estudante demonstrar capacidade de crítica e compreensão do tema abordado. E uma coisa é fato: o modelo da redação será igualzinho ao dos anos anteriores. Os critérios de elaboração não mudam.

Segundo alguns pesquisadores, os temas das redações do Enem podem ser divididos em três núcleos:

  • Assuntos que tratam do sujeito e temas filosóficos: realização profissional, felicidade, amor, paixão, depressão, estresse;
  • Relação do sujeito e sociedade: política, solidariedade, relações de poder, cotas, preconceito racial;
  • Relação do sujeito e universo biofísico: poluição ambiental, utilização de recursos não renováveis, preservação do meio ambiente.

Veja os Temas das Redações do Enem desde a primeira edição, em 1998.

1998: “Viver e aprender”.

Com base na letra de música: “O que é, o que é”, de Gonzaguinha. A letra diz: “Viver e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz”. A proposta recomendava que o candidato evitasse citar versos da canção durante o desenvolvimento da redação.

1999: “Cidadania e participação social”.

O estudante deveria elaborar os argumentos e propor uma ação social.

2000: “Direitos da criança e do adolescente: como enfrentar esse desafio nacional”.

Na redação, o candidato deveria se expressar a cerca de como enfrentar situações nas quais a infância era desrespeitada.

2001: “Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar interesses em conflito?”.

Era exigido ao candidato expressasse respeito aos Direitos Humanos.

2002: “O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais de que o Brasil necessita?”.

O texto base consistia no movimento das Diretas Já, ocorrido em 25 de janeiro de 1984, na Praça da Sé, no qual se pedia eleições diretas para presidente do Brasil.

2003: “Violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?”.

Como apoio ao tema, o candidato recebeu textos analíticos sobre a violência, além de números sobre os investimentos do Brasil em segurança pública.

2004: “Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação?”.

O tema teve como base um trecho da Constituição Federal, análise de especialista e entidades da sociedade civil.

2005: “O trabalho infantil na realidade brasileira”.

Havia um gráfico com o número de crianças e jovens de cinco a 17 anos que trabalhavam no país, numa somatória de 5,4 milhões.

2006: “O poder de transformação da leitura”.

O candidato recebeu, como texto de apoio, uma coletânea de textos sobre a importância de ler.

2007: “O desafio de conviver com a diferença”

Tema tabu, o respeito pela diversidade cultural foi abordado na proposta da redação em 2007.

2008: “A máquina de chuva da Amazônia”

Com esse tema, foi dado ao candidato três possibilidades de ação para preservar a floresta Amazônica. Ele tinha de escolher uma e mostrar os pontos positivos e negativos.

2009 (prova oficial), o tema foi: “O indivíduo frente à ética nacional”. Mas ela foi reaplicada com os temas: “Qual o efeito em nós do ‘Eles são todos corruptos’?” e “Valorização do Idoso”.

2010 (prova oficial), o tema foi: “Ajuda humanitária”. Mas ela foi reaplicada com o tema: “O trabalho na construção da dignidade humana”.

2011: “Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado”.

2012: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI

2013: “Os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”.

Um assunto muito discutido na mídia na época de sua implantação, o que fez o candidato buscar notícias, causas e consequências dessa lei amplamente divulgada na TV, jornais e internet.

2014: “Publicidade infantil em questão no Brasil”.

Depois de uma foto publicada pela Revista Vogue, no qual duas meninas estavam de calcinha na capa, houve uma forte discussão quanto à divulgação e preservação da imagem de crianças em revistas, redes sociais, etc. Assuntos em relação aos direitos da criança e do adolescente tomaram mais força depois dessa imagem.

E este ano? Qual será o tema da redação do Enem?

Como todo ano, alunos e professores já estão se preparando para o Enem de 2015. E, este ano já começou com diversos assuntos polêmicos, como o aumento da gasolina, entre outros, pressupõe que o tema da redação possa ser nessa linha.

Curiosidade

Os temas das redações não costumam se repetir. Apenas a questão do trabalho e desmatamento apareceu duas vezes, mas de maneiras distintas. Ainda assim, é importante ficar atento ao tipo de proposta cobrada no Enem, já que uma excelente forma de preparação é escrever dissertações com os temas antigos.

Lembrando que ao redigir o texto, a pessoa deve expor sua opinião a respeito do tema, demonstrar conhecimento de suas causas e apontar possíveis soluções para o problema em questão. Sendo esse processo dividido e organizado em introdução, desenvolvimento e conclusão.

Post Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.