Concurso TRT

Concurso TRT

 

A alta remuneração e a possibilidade do ingresso de candidatos de nível médio e superior na carreira de servidor público é algo que tem atraído milhares de pessoas todos os anos a realizarem concursos, e no começo de maio foi divulgado o edital do concurso para o Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (Minas Gerais). Quem tem interesse em concorrer às vagas, além de estudar para a prova e inscrever-se com antecedência, deve buscar saber tudo o que for possível sobre o concurso. Te interessa? Então continue a ler.

Sobre o TRT

Os Tribunais Regionais do Trabalho agem em conjunto com as Varas do Trabalho e Tribunal Superior do Trabalho, constituindo parte da Justiça do Trabalho no país. Existem 24 deles distribuídos pelo território nacional e agem na tramitação de processos trabalhistas. A Justiça do Trabalho, à qual o TRT é vinculado, é parte do poder judiciário e a Ementa Constitucional nº 45/2004 institui que ela está apta a julgar ações oriundas da relação de trabalho, que envolvam exercício de greve, e representação sindical, mandados de segurança, conflitos entre órgãos de jurisdição trabalhista, entre outros.

Cargos e vagas

A abertura desse concurso busca preencher o cadastro reserva do TRT, convocando os candidatos aprovados assim que for surgindo a necessidade de novos servidores. Os cargos a serem preenchidos são de Analista Judiciário e Técnico Judiciário, ambos com vagas para diversas especialidades. O cargo de Técnico exige nível médio de ensino com especialidade nas áreas de Enfermagem, Tecnologia da Informação e Contabilidade; e a previsão de remuneração é de R$ 5425, 79.

O cargo de Analista exige nível superior de ensino nas seguintes especialidades: Direito, Administração, Medicina, Odontologia, Psicologia, Serviço Social, Engenharia (civil, elétrica e mecânica), Enfermagem, Segurança do Trabalho, Fisioterapia, História, Arquitetura, Biblioteconomia, Comunicação Social e Tecnologia da Informação. O Analista Judiciário Oficial de Justiça receberá até R$ 10485,62, enquanto todas as outras especialidades esperam um salário de R$ 8863, 84.

Como se inscrever?

As inscrições estarão abertas até o dia 12 do mês de junho de 2015 e serão feitas exclusivamente pela internet. Como a prova está sendo coordenada pela Fundação Carlos Chagas, é preciso visitar sua página na internet – https://www.concursosfcc.com.br/ –  para ter acesso ao formulário de inscrição. Quem não possui cadastro no site precisa realizá-lo antes de fazer login, no qual você deverá inserir todos os seus dados pessoais que ficarão armazenados.

Depois de se inscrever, será gerada uma guia de pagamento que custará de R$ 90 a R$ 110 reais dependendo do cargo que irá escolher.

Sobre a prova

A prova será realizada no dia 26 de julho de 2015, na cidade de Belo Horizonte. No período da manhã, as provas feitas serão para o cargo de Técnico Judiciário, e durante à tarde será aplicada a prova para o cargo de Analista Judiciário. A prova será objetiva, isto é, com questões de múltipla escolha, e exigirá conhecimentos básicos e específicos de sua especialidade e cargo. Além disso, também será feita uma redação dissertativa e um estudo de caso. Para saber quantas horas estarão disponíveis para cada prova, leia o edital do concurso.

Post Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.