Concurso TRE SP: Saiba tudo sobre o edital!

Concurso TRE SP: Saiba tudo sobre o edital!

As inscrições do concurso para técnico e analista judiciário para o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) foram abertas no dia 12 de setembro, e nesse artigo vamos falar tudo que você precisa saber sobre o concurso que promete ser o mais concorrido do ano.

Se você já está se preparando há algum tempo para concursos, ou perdeu o emprego recentemente e está buscando estabilidade sem a necessidade de experiência anterior na área, pode ser a sua oportunidade de ter um emprego que te ofereça um pacote de remuneração interessante com salários iniciais entre R$ 5.934,15 e R$ 9.736,27 além de benefícios, horários fixos com carga horária de 40h semanais (exceto Medicina e Assistência Social, que possuem jornada semanal diferenciada de 20 e 30 horas, respectivamente) e aposentadoria integral.

Sobre as vagas

Estão sendo oferecidas 14 vagas imediatas, além da formação do cadastro reserva, que pode garantir contratação até o fim do prazo de validade da seleção, que é de dois anos, prorrogável por mais dois anos, para preencher as vagas que surgirem.

Quem tem o ensino médio pode concorrer às vagas de técnico judiciário, que oferecem salário inicial de R$6.818,15, já incluindo o vale-alimentação e a gratificação de atividade judiciária. São 5 vagas na área administrativa (sendo 01 vaga reservada exclusivamente para deficientes e 01 para negros), e técnico judiciário nas especialidades de enfermagem (1 vaga), programação de sistemas (1 vaga), e cadastro reserva para artes gráficas e operação de computadores, ambas com 1 vaga.

Para as vagas de analista judiciário, os profissionais devem ter formação superior, e o salário inicial é de R$10.620,24, com 2 vagas na área judiciária, 1 na área administrativa, e nas áreas de apoio nas especialidades: 1 para análise de sistemas, 2 para contabilidade, e 1 para relações públicas, com cadastro reserva para as áreas de assistência social, medicina – clínica médica, e psicologia.

Inscrições do Concurso TRE SP

As inscrições ficarão abertas, exclusivamente via Internet, no período de 10h do dia 12/09/2016 às 14h do dia 11/11/2016 (horário de Brasília).

Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br) durante o período das inscrições e, efetuar o pagamento da inscrição, exclusivamente no Banco do Brasil, por meio da Guia de Recolhimento da União – GRU-Simples, até a data limite para pagamento das inscrições, 11/11/2016.

Ao inscrever-se o candidato deverá indicar no Formulário de Inscrição o Código da Opção de cargo/área/especialidade, e o boleto será gerado no valor de R$ 85,00 (oitenta e cinco reais) para os cargos de Analista Judiciário – todas as Áreas e Especialidades (Ensino Superior Completo) e R$ 70,00 (setenta reais) para o cargo de Técnico Judiciário – todas as Áreas e Especialidades (Ensino Médio Completo).

Provas TRE SP

A aplicação das Provas Objetivas e Discursivas está prevista para o dia 12/02/2017, na Cidade de São Paulo/SP, conforme opção de cargo/área/especialidade indicada pelo candidato: MANHÃ: para o cargo de Técnico Judiciário – todas as Áreas e Especialidades e TARDE para o cargo de Analista Judiciário – todas as Áreas e Especialidades.

As provas (objetiva e discursiva) terão duração de 4h30. A avaliação objetiva terá 60 questões de múltipla escolha, sendo 20 de conhecimentos gerais (peso 1) e 40 de conhecimentos específicos (peso 3). 

Na prova discursiva (peso 2) será aplicado um estudo de caso para as funções de analista judiciário – área administrativa em contabilidade e analista judiciário – área apoio nas especialidades de análise de sistemas, assistência social, medicina – clínica médica, psicologia e relações públicas; e de redação para os demais inscritos. 

Serão considerados habilitados os candidatos que obtiverem média ponderada igual ou superior a 6 (seis) nas Provas Objetivas e Discursiva-Redação. Apesar do número de vagas, existe a possibilidade de serem convocados até 1.555 profissionais com melhor classificação durante o prazo de validade do concurso. Serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos habilitados e mais bem classificados no exame objetivo, até o limite de 1.335 (redação) e 220 (estudo de caso).

Relação Candidato/Vaga

A concorrência costuma ser grande para a maioria dos concursos públicos. O concurso para o Senado Federal, por exemplo, teve 157.939 inscrições na sua última edição, com 246 vagas disponíveis, o que representa 642,02 candidatos concorrendo a uma vaga. Para o Tribunal de Contas da União (TCU), registrou-se 28.769 inscritos para 29 vagas de nível médio e quase 11 mil inscritos para as 70 vagas de nível superior na última edição. Outros concursos têm menos concorrência, devido às exigências de formação, como os concursos para a Ancine e o BNDES, entre outros.

Na última edição do concurso para o TRE-SP, em 2011, foram oferecidas 111 vagas. Para o cargo de técnico judiciário (nível médio) eram 59 vagas com 70.142 inscritos (1.524 candidatos por vaga) e 52 vagas para analista judiciário (nível superior), para 26.072 inscritos (815 candidatos por vaga). Para esse ano, o concurso do TRE/SP promete ser um dos mais disputados do ano, com perspectiva do órgão de 115 mil inscritos, sendo 74 mil para técnico e 41 mil para analista.

Estudar sozinho ou fazer um curso preparatório?

Fazer um concurso público demanda muito investimento de tempo, e às vezes exige também um investimento financeiro, para a compra de materiais como apostilas e livros, ou cursinhos preparatórios.

Se você é organizado, costuma estudar sozinho e tem disponibilidade de tempo, estudar sozinho pode trazer bons resultados. Outras pessoas preferem (ou precisam) dedicar menos tempo aos estudos, e por isso, se matricular num curso especializado pode otimizar o seu estudo e ser mais eficiente.

O que vai definir qual o melhor curso é a sua necessidade. Alguns são online e outros presenciais, e podem variar quanto à metodologia de ensino, à carga horária, ao material didático e aos valores. Independente da sua escolha, verifique se o curso tem o selo da Anpac (Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos), que é uma instituição que visa garantir os direitos dos concursandos.

Post Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.